Alergia a esmalte | Notícias | Farmácia Vitamed | Olímpia-SP
Notícias

Alergia a esmalte

Compartilhe:

Alergia a esmalte

O processo de alergia pode ser identificado por muitos sintomas , desde coceiras na pele (urticárias) , inchaço (edema) em alguma região do corpo, e aparecimento de manchas vermelhas na pele. Se isso for percebido sempre que você esmalta as suas unhas, é em virtude de ser alérgica ao esmalte convencional.

Esmaltes
Desenvolvido especialmente para manter as unhas bonitas e saudáveis, o Derma Nail Colors é livre de substâncias químicas agressivas às unhas como formaldeído, tolueno e benzeno encontrados nos esmaltes convencionais, aumentando assim a vitalidade das unhas e impedindo que se tornem fracas, quebradiças e ressecadas. O Derma Nail Colors é hipoalergênico, o que auxilia no tratamento da dermatite de contato. Indicado também para unhas em tratamento de micoses ou fortalecimento.

Benefícios

Não contém: Benzeno, Tolueno, Formaldeído.
Livre de formaldeído
Livre de tolueno e benzeno
Secagem rápida
Não resseca as unhas
Excelente fixação
Hipoalergênico
Brilho
20 opções de cores
Testado clinicamente por dermatologistas

Duvidas

Qualquer pessoa pode desenvolver alergia a esmalte em algum momento?
Sim. O processo alérgico é algo complexo que envolve o sistema imunológico e pode inclusive acontecer situações em que uma pessoa usa habitualmente um medicamento, um alimento, ou produto tópico como um esmalte da cor X do fabricante Z e não desenvolve alergia aos mesmos durante anos; porém em um momento qualquer, de uma hora para outra, a pessoa passa a desenvolver o processo alérgico a esses produtos.
Exemplos clássicos: comer camarão; uso do antibiótico Penicilina Benzatina injetável (Benzetacil)
Até a pouco tempo atrás a Penicilina só poderia ser aplicada depois que se fizesse o teste que garantisse que a pessoa não era alérgica a mesma. Descobriu-se que mesmo fazendo o teste para Penicilina e o mesmo dando negativo, a pessoa poderia sofrer um choque anafilático com edema de glote podendo levar a morte. Em virtude disso não se usa mais o teste para Penicilina. Hoje já temos ciência de relatos de pacientes que tomavam mensalmente esse injetável por prescrição médica sem desenvolver nenhuma reação adversa (incluindo alergia) e de repente, desenvolviam uma alergia ao mesmo levando ao choque anafilático

Porque os esmaltes causam alergias?
A base do esmalte convencional em geral possui várias substâncias químicas que são capazes de desenvolver alergias em pessoas sensíveis a elas. Entre elas podemos citar algumas como: benzeno, tolueno, formaldeído, e o corante propriamente dito. Portanto é recomendado que o alérgico utilize produtos hipoalergênicos que passaram por testes que asseguram a diminuição de possíveis reações alérgicas aos componentes do produto.
Todo e qualquer produto HIPOALERGÊNICO não garante a isenção 100% do surgimento de um possível processo alérgico. Os produtos hipoalergênicos são criteriosamente desenvolvidos para minimizar (diminuir ao máximo um possível surgimento de alergia), mas NENHUM produto hipoalergênico garante que NÃO acontecerá o surgimento de uma alergia.
Isso acontece com todos os produtos hipoalergênicos do mercado, independente do fabricante. Por isso é muito comum, por exemplo, em esmaltes, você se deparar com situações onde uma mesma pessoa possui alergia a uma determinada cor e não a outra e ambos são esmaltes hipoalergênicos do mesmo fabricante.

* informaçoes retiradas do fabricante

LQF Laboratório Farmacêutico
0800 774 1717

Rua Adélia Muanis Aydar 951, Jardim São Marcos
São José do Rio Preto, SP - CEP 15081-310

http://www.lqf.com.br/faq/